terça-feira, 12 de julho de 2011

CORREDOR

A hora não passa no corredor
Também nós, não passamos juntos por ele.
Lado a lado não cabemos, nossas mãos não se tocam.
O corredor que me separa de você
tem quilômetros de extensão,
mas é por demais estreito.

Nossa casa é fria.
No corredor não entra luz.
Ele liga sala e quarto,
atravessa o quarto,
atravessa a cama...

Ontem,
antes de você se tornar tão estranho,
ocupávamos a casa toda
a cama toda.
Me esqueci do corredor dentro de mim
que me separa de mim mesma,
e de você.

A hora não passa no corredor,
mas coloca mais uma ruga em meu coração.

4 comentários:

  1. ...*

    * as suas palavras estão agora (20 horas, hora portuguesa) aprisionadas dentro de mim e vão ficar comigo até ao momento da digestão

    ResponderExcluir
  2. ...*


    * as palavras continuam reclamando pelos cantos da casa adentro.

    ResponderExcluir
  3. Lindo perceber como as palavras fluem com tanta leveza e tranquilidade.
    Linda semana. Beijoos.

    ResponderExcluir
  4. Estou sempre só
    Mesmo com tantos ao meu lado
    Não me escondo, apenas me asilo
    Principalmente de mim

    Falo sempre o óbvio,
    Que outros expressão figurativamente,
    Tão melhor

    Canso-me do constante contraste
    Que me leva e me traz para espaços distantes de mim

    Como deixar de ser: “você é um cara tão egocêntrico, narcisista, egoísta, pendante, ... ”

    Eu, ..., me, ..., me, ..., me, ..., mim, ...

    comigo, sem-migo

    ResponderExcluir